domingo, 12 de setembro de 2010

Armas Químicas

A Grande evolução do conhecimento humano trouxe grandes benefícios, de maneira que o conhecimento se expandia, surgia também armas e equipamentos que um dia seriam ou serão usados para destruição em massa. seguindo os passos dos alquimistas da idade média, que usavam da química para transformar metais em ouro (que na verdade nao conseguiam, por que essa transformação é impossível de acontecer, pois tem que modificar o núcleo do átomo), o homem também aprimorou seus conhecimentos de tal forma, que a partir de uma mistura de elementos químicos poderia arrasar com a população. Pensando nisso, preparei esse estudo para que possamos compreender o poder de elementos simples usados como armas químicas.

Armas Químicas, são produtos de prioridade química destinado a causar lesões em tecidos de extrema necessidade do organismo, como pele, pulmões, olhos, e dentre outros órgãos.

Classificação Alemã para armas químicas.

Cruz Branca: Irritante, embora não mortífero

Cruz verde: Atacam os pulmões e causam morte por edema pulmonar

Cruz azul: Bloqueio do sistema respiratório

Cruz amarela: Efeitos superficiais mais perigosos

Exemplos de Armas Químicas
  • Adamsita
  • Agente Laranja
  • Cloro
  • Gás Mostarda
  • Napalm
  • Sarín
  • VX
Adamsita (Gás Lacrimogénio)
composição principal: enxofre
Reações: provoca tosse violenta, seguida de forte e cegante dor de cabeça, fortes espasmos, dores no peito, dificuldade respiratória, náusea e vómito.

Agente Laranja
composição principal: dioxina
Reações: cancér, abortos, deformações genéticas, diabetes possivelmente doenças cardíacas

Cloro
composição principal: Cloro
Reações: inchaço do tecido pulmonar, formando uma massa esponjosa que torna impossível expelir o gás, resultando na morte por asfixia

Gás Mostarda
composição principal: enxofre
Reações: danos na mucosa do corpo, pode levar a cegueira e à morte

Napalm (Vietnã)
composição principal: gasolina em geral
Reações: queimaduras

Sarin e VX
composição principal: fósforo
Reações: paralisante, provoca dor de cabeça, náuseas, convulsões e em pouco tempo a vitima entra em coma e pode morrer

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário